Sobre

Miguel Costa Junior

Brasileiro, nasci em 10 de setembro de 1956 em São Paulo, capital. A fotografia passou a fazer parte de minha vida bem cedo, sempre fui interessado na leitura das imagens, procurando entender a linguagem fotográfica e sua relação com o desenho e o movimento.

Profissionalmente desde 1980, venho fotografando as corridas de automóveis, a moda e desenvolvendo meu trabalho autoral em diversos temas como fragmentos de arquitetura urbana, a linguagem minimalista, o tratamento das cores, a leitura em preto e branco e a exploração do desenho na fotografia, colocando minha identidade para cada assunto.

Material fotográfico impresso e digital publicado em 8 países e ensaios realizados em 23 países com variados temas.
Exposições como “SOPRO” (1986) no Atelier Teca Cunha Santos; “De Olho no Surrealismo” no MAM – Museu de Arte Moderna – São Paulo (1987); “Dois Olhos” com Teca Cunha Santos no MIS – Museu da Imagem e do Som (1989); “Luz, Côr e Experimentação” – FUNARTE, Rio (1989); “Velocidade” no Image Club em São Paulo (1999); “F1 Races” no Shopping SP Market em São Paulo (2000) e algumas coletivas ao longo dos anos.

O espírito criativo revela suas percepções e emoções. Fotografar é sentir a natureza de cada momento, compor uma imagem, significa perceber o que se apresenta à sua frente e imortalizar aquele momento usando os conhecimentos adquiridos ao longo da vida, as luzes, os sons, os gestos e os sentimentos.